Sobre dizer o que se pensa

Ainda não encontrei jeito melhor de exercitar a mente do que expressando-se. Quem nunca diz aquilo que pensa não sabe argumentar, não organiza as idéias, não desenvolve pensamento crítico, logo é levado por qualquer um que tenha uma boa retórica (ou seja, a boa e velha lábia). É por isso que às vezes eu sou tido como chato, por dizer o que penso - nos momentos oportunos, vale a pena ressaltar -, por defender aquilo em acredito, seja no âmbito cultural, religioso, político ou pessoal.

É claro que a gente não está sempre certo. Na verdade, até erramos muito. Por causa disso, é bom que se pense bem antes de emitir qualquer opinião fora de hora, qualquer pensamento que pareça oportuno. Um bom exemplo disso é quando eu estou dando aula e de repente algum aluno incauto (olha eu opinando aí) solta uma pérola do tipo: "Pearl Harbor é o melhor filme que eu já vi em toda a minha vida!" Eu fico uma fera, mas sou obrigado a me conter, a não expressar minha opinião, já que este não é o objetivo de uma aula de inglês. Ou quando estou conversando com a avó de minha noiva e ela diz que vai votar em Lula porque ele é um homem honesto, verdadeiro; nestas horas, é preciso se conter. Nem sempre é a hora certa.

Quando vem o desejo imenso de falar o que penso, doa a quem doer, lembro da palavra de Jesus, em Mateus 15:11: "Não é o que entra pela boca o que contamina o homem, mas o que sai da boca, isto, sim, contamina o homem."

Portanto, às vezes, é melhor calar do que falar. O problema é quando as pessoas levam isso até a morte, e nunca aprendem a argumentar, debater de forma saudável.
Viva o pensamento crítico!

E a vida continua...

4 Comente aqui!:

  1. Aline disse...:

    (...) não tenho paciência com pessoas politicamente corretas, que não emitem opinião porque não querem contrariar, ou não querem ser contrariadas. É claro que é importante "saber falar" (educação pede respeito, e vice-versa), até mesmo para que os relacionamentos sociais não sejam facilmente abalados. Não sou um bom exemplo para esse tipo de postura, pois sempre gosto de dizer o que penso, e, quase sempre, irrito alguém da platéia. Irritava mais. Envelhecer é bom para isto: aprendemos a ser menos eufóricos, mais sensatos, mais espontâneos... Numa coisa acredito: é muito saudável dizer o que se pensa. abraços,

  1. Filipe Malafaia disse...:

    Concordo totalmente!

  1. Aclecio disse...:

    Gostei bicho do teu blogger tá muito bacana. Parece até que você é inteligente! Brincadeira.

  1. Rebeca Duarte disse...:

    Eu gosto muito de falar o que eu penso, só que sempre tento não ofender ninguém com minhas idéias. Ninguém tem obrigação de pensar igual a mim e vice-versa. Eu particularmente não gosto de discussões onde um tenta "enfiar" goela abaixo do outro seus pensamentos. Como a Aline falou, temos de ter respeito e educação.
    Beijos...

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails