50% - Comédia dramática sobre câncer e amizade

Marcadores: , , , , ,

Um cara descobre que tem câncer, consegue superar a doença e depois escreve um roteiro para um filme baseado em sua experiência. O filme é produzido por Seth Rogen (Ligeiramente Grávidos), que é seu amigo,  que também co-estrela a produção ao lado de Joseph Gordon-Levitt ((500) Dias Com Ela), o ator que fará o personagem baseado em você. A comédia é um sucesso de crítica, torna-se candidata a cult e todos os analistas a apontam como provável indicada ao Oscar. Nada mal, hein?
Foi exatamente o que aconteceu com Will Reiser, o roteirista em questão, que escreveu 50% (50/50, 2011), bela comédia dramática que conta a história de um cara de 27 anos, Adam, que descobre ter um tipo raro de câncer na coluna e precisa aprender a lidar com a doença. Ele não está só. Seu melhor amigo, Kyle, mostra que sua amizade é verdadeira, ao acompanhá-lo durante todo o processo.
Dirigido por Jonathan Levine, um novato que não tinha feito nada digno de nota até agora, 50% é honesto e emocionante sem jamais escorregar na pieguice. Não se trata de um drama concebido em uma sala de reuniões abarrotada de executivos de estúdio, milimetricamente planejado para fazer o público chorar. Antes, o filme conta uma história realmente comovente sem jamais apelar. Não se preocupe, não estamos falando de Marley e Eu.
Há momentos agridoces neste filme, nos quais em um instante você está rindo e no outro está chorando. E isso é o que faz de 50% um belo exemplo de como fazer drama sem esfregar o rosto do público em um balde de mel e tragédias. Talvez este seja o motivo de tamanha aclamação pela crítica. O trabalho de Joseph Gordon-Levitt é primoroso e merece uma indicação a Melhor Ator. Também é emocionante a atuação de Anjelica Huston no papel de Diane, a mãe solitária de Adam. A cena na qual ela leva o filho a uma consulta é uma das mais sinceras do ano. Anna Kendrick (Amor Sem Escalas), como a terapeuta inexperiente de Adam, também está excelente e merece aplausos.
Se há um filme este ano em que pode-se apostar que obterá algumas indicações ao Oscar, 50% é um deles.

Segundo informação do IMDB, o filme sairá no Brasil direto em DVD. Mas é bom aguardar o anúncio dos indicados ao Oscar, pois essa situação pode mudar. É esperar para ver.

1 Comente aqui!:

  1. E ai meu comentarista preferido. como sempre bom comentário...será porque não sinto vontade mais de ver filmes, hein?
    Ao ler sua sinopse dos filmes me entusiasmo, planejo, idealizo tudo, mas...nada, não tenho vontade de assistir.
    Eu sempre gostei tanto de ver filmes, né, meu filho?
    Vamos ver se vou conseguir ver filme ai em Tobias juntinho de vocês!!!!
    Te amo, filhão!

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails