Distrito 9

Marcadores: , , ,

Uma ficção científica, dirigida por um sul-africano, inteiramente filmada em Johannesburgo, na África do Sul, e produzida por Peter "O Senhor dos Anéis" Jackson. Com exceção da última característica, nenhum outro detalhe sobre Distrito 9 poderia fazer alguém imaginar que este filme faria uma carreira tão bem sucedida nos cinemas mundiais.
Mas tudo o que já foi dito de positivo sobre Distrito 9 mostra-se verdadeiro quando os créditos finais sobem. O filme de estreia do diretor Neill Blomkamp é sensacional! Mistura de crítica social com sci-fi de primeira, Distrito 9 é uma ideia totalmente original e genial, que empolga da primeira à última cena. Para contar sem estragar nenhuma surpresa, basta dizer que a trama já começa com uma gigantesca nave alienígina pairando sobre o céu de Johannesburgo, e logo sabemos que ela está lá há duas décadas, e que os passageiros e tripulantes da nave foram recolhidos pelo governo sul-africano e colocados, ou melhor, jogados em um terreno chamado de Distrito 9. Não demorou muito e o local se transformou em uma favela, onde os ETs convivem com imigrantes ilegais humanos, aumentando a criminalidade. A situação se tornou insustentável, e o governo decide remover os moradores do distrito para um outro local a 200 km de distância da cidade, longe dos olhos do homem.
A mensagem social não passa despercebida a olhos atentos. Não apenas pela história se passar na África do Sul, palco do famigerado Apartheid que durou anos. Mas por falar claramente da maneira como governos do mundo inteiro tratam imigrantes, seres estranhos a uma determinada sociedade.
Mas Distrito 9 não é apenas crítica social. O filme está recheado de ação, com cenas empolgantes e efeitos especiais de primeira, apesar do baixo orçamento para os padrões de Hollywood - o filme custou apenas 30 milhões de dólares. Não se entusiasmar com Distrito 9 é tarefa difícil, tamanho o cuidado que Neill Blomkamp teve com sua obra, ao jogar elementos de uma mitologia que pode muito bem se transformar em uma nova franquia. Há elementos deixados soltos no filme que podem gerar pelo menos uma sequência. E se há algo que Hollywood adora, são ideias frescas tornando-se em produtos rentáveis. Do lado do público, torço para que novas ideias apareçam, que nos façam sair um pouco do ciclo refilmagens - adaptações de gibis/romances de sucesso.

1 Comente aqui!:

  1. luiz gustavo disse...:

    mim adiciona no orkut professor luiz_10tdb@hotmail.com como estao vcs ? e tia denise?

Posts relacionados

Related Posts with Thumbnails